Ácido Salicílico para a Pele: Como Usar + Contraindicações e Cuidados!

Tire todas as suas dúvidas sobre este famoso ácido!

Publicado em e atualizado em: 31-08-2021 por Lory Aguiar

Confira todas as informações sobre o ácido salicílico e de que forma ele pode útil para o seu cotidiano!

O ácido salicílico é uma substância específica para o tratamento de problemas relativos à pele. Este produto é capaz de oferecer grandes benefícios para o maior órgão do corpo humano. Confira tudo isso, a seguir.

O que é o Ácido Salicílico?

O Que É O Ácido Salicílico

O ácido salicílico, também conhecido como uma substância de ácido beta-hidroxi. Trata-se de um elemento que serve para tratar diversos problemas relacionados à pele.

O ácido é obtido das plantas, a partir das folhas do salgueiro invernal e branco, bem como de forma sintetizada. É composto por efeitos bacteriostáticos, queratolíticos e fungicidas. É usado como um tipo de conservante de alimentação e também como substância antisséptica em cremes de dente.

É uma substância que está presente em pomadas, peelings, géis e têm aplicação para a redução de descamações da pele ou, ainda, do couro do cabelo a partir da psoríase.

É um elemento ativo de diversos elementos para a pele e para tratar a acne, visto que atua nos elementos celulares da pele, para que tenham desprendimento de forma maior preparada, promovendo o impedimento de que os poros entupam.

Características

Características 1

Como uma substância anti-inflamatória. trata-se de um dos elementos principais da aspirina. É capaz da apresentação de projetos para que haja a calmaria estomacal e a redução das náuseas.

A substância do ácido tem existência por muitos anos. Além disso, tem comércio em limpadores e soros com concentração de 0,5 e 2. Tem uso, também, em altas concentrações como uma substância de peeling para tratar acnes, cicatrizes, prejuízos provocados pelo sol, melasmas, manchas de envelhecimento e para remover verrugas.

Este elemento atua no trabalho do melhorando da pele em dois formatos – esfoliação da superfície da pele e na redução das inflamações. Os beta hidroxiácidos apresentam funcionalidade diferenciada, a depender do que se está fazendo uso.

Tipos

Há duas categorias do ácido:

  1. alfa hidroxiácidos;
  2. beta hidroxiácidos.

Os alfa hidroxiácidos promovem a esfoliação de forma suave a cada da superfície da pele para a suavização e uniformidade da tonalidade da pele. Beta apresenta poderes de esfoliação similar com os benefícios adicionais de desobstrução dos poros e ação como uma substância antibacteriana.

Ácido Salicílico na Pele

Ácido Salicílico Na Pele

Este ácido é passível de uso de dois modos:

  1. em concentração menor por meio de substâncias dermocosméticas;
  2. em quantitativos maiores em procedimentos estéticos como o peeling químico.

Esfoliação

É capaz de facilitar a renovação das células e promover o melhoramento das camadas da pele, de modo a controlar a acne, a psoríase e a dermatite seborreica. Ao promover a esfoliação, este ácido salicílico é capaz de renovar a pele, removendo os elementos celulares mortos e o excesso do óleo do corpo.

Efeito antifúngico e antibacteriano

A partir da capacidade da prevenção e eliminação de fungos e bactérias, o ácido dá mais saúde à pele.

Efeito anti-inflamatório

Este ácido é uma substância poderosa para combater aos elementos inflamatórios dos tecidos.

Regula a oleosidade

Com uma ação comedolítica, promove a inibição de cravos e auxilia no controle da produtividade do sebo. Desse modo, o elemento é capaz da desobstrução dos poros e, de forma consequente, a redução da incidência das espinhas, além de reduzir a produtividade do brilho em excesso.

Um dos principais papeis do ativo é seu efeito anti-inflamatório, que é capaz de evitar que tenha contaminações por fungos e elementos bacterianos. Ainda, é responsável pela esfoliação, renovando a pele facial, e promovendo a remoção dos elementos celulares mortos, bem como o excesso de óleo.

A partir de todas essas características, é possível dizer que a substância do ácido, em questão, tem indicação para tratar a acne, atuando em combate a composição de lesão de espinhas. Apresenta ação comedolítica, capaz da inibição de cravos e auxilia no controle do sebo.

Benefícios específicos

Este peeling com a substância do ácido salicílico é capaz de beneficiar a pele com os seguintes critérios:

  • controla a oleosidade do rosto;
  • modera a composição de espinhas e de cravos;
  • é capaz de melhorar a textura da pele.

Esta limpeza de pele com profundidade auxilia na regularização do brilho excessivo e na composição de lesões de acnes na face. O processo pode desencadear diversos ativos como o ácido, que é capaz de permear os poros, auxiliando a remover a camada queratinizada, tendo indicação para desobstruir.

Como Usar Ácido Salicílico?

É possível fazer uso do produto em diversas categorias do corpo. Confira:

Cabelos

Cabelos

Umedeça os cabelos e massageie o couro cabeludo com um pequeno quantitativo do ácido, em questão. Faça o enxágue com a água. Depois disso, aplique um quantitativo maior do ácido salicílico até que se obtenha espumas.

Deixe que a espuma tenha ação nos cabelos por uma média de 5min. Enxágue com a água, de forma completa. O shampoo pode ter uso até 3x na semana, ou conforme orientações médicas.

Para melhores resultados, não use sabão, detergentes ou shampoos antes ou depois de usar o ácido salicílico.

Rosto

Rosto

O ideal é começar fazendo uma limpeza da sua pele com um produto que seja adequado. É importante certificar-se do enxágue completo. Para a pele com maior oleosidade, utilize produtos específicos para a redução do excesso da sujeito e do óleo.

Faça a aplicação do ácido salicílico. Caso seja uma loção ou gel, o ideal é aplicar um quantitativo que tenha o tamanho de uma ervilha, massageando a pele em movimentação ascendente.

Caso esteja no formato líquido ou toner, é possível escolher pela aplicação com algodão ou a dispensa cuidadosa do mesmo entre os dedos e movimentá-los na face.

Espere pelo menos 15min a meia hora antes da aplicação de qualquer outra substância na pele. Isso faz com que o ácido salicílico promove a esfoliação e tenha suficiência de tempo para que o pH da pele tenha um reajuste.

Gostou das dicas? Que tal aderir ao produto de forma consciente e que possa beneficiar o seu organismo? Deixe o seu comentário e compartilhe com aqueles amigos que sofrem com alguns problemas semelhantes e que desejam mudar tal realidade!

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Whatsapp

Você leu Ácido Salicílico para a Pele: Como Usar + Contraindicações e Cuidados!. O FemmeVerso estará aqui para te ajudar sempre que precisar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.