Alisamento capilar: dicas para quem está começando

Publicado em e atualizado em: 21-09-2023 por Roberto

O alisamento capilar é uma técnica muito procurada por pessoas que desejam ter cabelos mais lisos e disciplinados. No entanto, para quem está começando nesse processo, surgem diversas dúvidas sobre como realizar o procedimento corretamente e quais cuidados devem ser tomados para manter a saúde dos fios. Neste artigo, serão compartilhadas dicas preciosas para quem está iniciando no mundo do alisamento capilar. Quais são os passos essenciais para alcançar um resultado satisfatório? Como escolher os produtos adequados para o seu tipo de cabelo? Quais são os cuidados pós-alisamento? Descubra tudo isso e muito mais a seguir.
Creme Alisamento Cabelo Mao Mulher

Não Perca Tempo!

  • Entenda o seu tipo de cabelo antes de iniciar o processo de alisamento
  • Pesquise e escolha o método de alisamento mais adequado para o seu cabelo
  • Procure por profissionais qualificados e experientes para realizar o alisamento
  • Mantenha uma rotina de cuidados capilares antes e depois do alisamento
  • Evite o uso excessivo de calor e produtos químicos no cabelo alisado
  • Hidrate regularmente o cabelo para manter a saúde e a aparência dos fios
  • Proteja o cabelo do sol, do vento e do cloro da piscina
  • Evite pentear ou escovar o cabelo com muita força para evitar danos
  • Considere fazer retoques periódicos para manter o alisamento
  • Esteja preparado para os possíveis efeitos colaterais do alisamento, como ressecamento e quebra dos fios

Creme Alisamento Cabelo Mao

O que é o alisamento capilar e como ele funciona

O alisamento capilar é um procedimento estético muito procurado por pessoas que desejam ter cabelos lisos e sem frizz. Ele consiste em alterar a estrutura dos fios, deixando-os mais retos e uniformes. Existem diferentes métodos de alisamento capilar, como o químico e o térmico, que serão abordados nos próximos tópicos.

O alisamento capilar funciona através da quebra das ligações químicas do cabelo, permitindo que ele seja moldado em uma nova forma. Essa transformação pode ser temporária ou permanente, dependendo do método utilizado. É importante ressaltar que o alisamento capilar pode danificar os fios, por isso é essencial tomar alguns cuidados antes, durante e após o procedimento.

Alisamento químico vs alisamento térmico: qual escolher?

Existem duas principais opções de alisamento capilar: o químico e o térmico. O alisamento químico utiliza substâncias como o hidróxido de sódio, tioglicolato de amônia ou guanidina para alterar a estrutura dos fios. Já o alisamento térmico utiliza ferramentas como a chapinha ou o secador para alisar temporariamente os cabelos.

A escolha entre os dois métodos vai depender das preferências e necessidades de cada pessoa. O alisamento químico proporciona um resultado mais duradouro, porém pode ser mais agressivo aos fios. Já o alisamento térmico é menos invasivo, mas precisa ser repetido com mais frequência para manter o efeito liso.

Cuidados pré-alisamento: o que fazer antes de iniciar o processo

Antes de realizar o alisamento capilar, é fundamental tomar alguns cuidados para garantir a saúde dos fios. É recomendado fazer uma avaliação prévia com um profissional especializado para verificar se o cabelo está em condições adequadas para passar pelo procedimento.

Além disso, é importante realizar um tratamento de reconstrução capilar para fortalecer os fios e minimizar possíveis danos. Também é necessário evitar o uso de químicas incompatíveis nos cabelos, como tinturas ou relaxamentos recentes, pois isso pode resultar em quebra e danos irreversíveis.

  Paz para Seus Fios: Shampoos com Ação Calmante

Passo a passo do alisamento capilar: como realizar em casa com segurança

Caso opte por fazer o alisamento capilar em casa, é essencial seguir corretamente as instruções do produto escolhido e tomar algumas precauções para evitar danos aos fios. Primeiramente, é importante fazer um teste de mecha para verificar a compatibilidade do produto com o cabelo.

Em seguida, deve-se lavar bem os cabelos com um shampoo antirresíduos para remover impurezas e resíduos de produtos. Após isso, aplica-se o produto alisante, sempre respeitando o tempo de ação indicado pelo fabricante. É fundamental utilizar luvas durante todo o processo e evitar o contato do produto com a pele.

Após o tempo de pausa, enxágua-se bem os cabelos e aplica-se um neutralizante para estabilizar a nova estrutura dos fios. Por fim, é necessário realizar uma hidratação profunda para repor os nutrientes perdidos durante o processo de alisamento.

Produtos recomendados para um alisamento duradouro e saudável

Para obter um alisamento capilar duradouro e saudável, é importante escolher produtos de qualidade e adequados ao tipo de cabelo. É recomendado utilizar produtos específicos para cabelos quimicamente tratados, que possuam ingredientes hidratantes e nutritivos.

É essencial também investir em uma boa máscara de hidratação, que deve ser utilizada regularmente para manter os fios saudáveis e evitar o ressecamento. Além disso, é importante utilizar protetor térmico antes de utilizar ferramentas de calor, como a chapinha ou o secador, para proteger os fios do calor excessivo.

Rotina pós-alisamento: dicas para manter os fios lisos e saudáveis

Após o alisamento capilar, é fundamental adotar uma rotina de cuidados específicos para manter os fios lisos e saudáveis. É recomendado utilizar produtos adequados para cabelos quimicamente tratados, como shampoos e condicionadores específicos.

Além disso, é importante evitar o uso frequente de ferramentas de calor, como a chapinha ou o secador, pois o calor excessivo pode danificar os fios. Também é fundamental realizar hidratações regulares para repor a umidade dos cabelos e evitar o ressecamento.

Alternativas ao alisamento capilar para quem deseja mudar a textura dos fios

Para aqueles que desejam mudar a textura dos fios sem recorrer ao alisamento capilar, existem outras alternativas disponíveis. Uma opção é o relaxamento capilar, que reduz o volume e o frizz dos cabelos sem deixá-los completamente lisos.

Outra alternativa é a técnica do “big chop”, que consiste em cortar toda a parte do cabelo que possui química e deixar apenas os fios naturais. Essa técnica é indicada para quem deseja assumir os cabelos cacheados ou crespos.

Também existem produtos como os ativadores de cachos, que ajudam a definir e modelar os cachos naturalmente. Essas opções permitem uma mudança na textura dos fios sem a necessidade de utilizar produtos químicos agressivos.

Em conclusão, o alisamento capilar pode ser uma ótima opção para quem deseja ter cabelos lisos, porém é importante tomar alguns cuidados para evitar danos aos fios. É fundamental escolher o método adequado, seguir corretamente as instruções e adotar uma rotina de cuidados específicos para manter os fios saudáveis e com um resultado duradouro. Para aqueles que preferem não recorrer ao alisamento químico, existem outras alternativas disponíveis para mudar a textura dos fios.

MitoVerdade
É necessário alisar o cabelo frequentemente para manter o efeitoApós o alisamento, o cabelo permanecerá liso até que os fios naturais cresçam novamente, não sendo necessário realizar o procedimento com frequência
O alisamento capilar danifica irreversivelmente os fiosO alisamento capilar pode causar danos aos fios, mas se for realizado corretamente e com produtos de qualidade, é possível minimizar esses danos e manter a saúde capilar
Qualquer tipo de cabelo pode ser alisadoNem todos os tipos de cabelo são adequados para o alisamento capilar, pois alguns cabelos podem ser mais resistentes e não responderem bem ao processo
O alisamento capilar é permanenteO alisamento capilar não é permanente, pois os fios naturais crescem novamente e é necessário fazer retoques para manter o efeito liso

Verdades Curiosas

  • O alisamento capilar é um procedimento químico que tem como objetivo deixar os cabelos lisos e sem volume.
  • Antes de iniciar o processo de alisamento, é importante fazer um teste de mecha para verificar a compatibilidade do produto com o seu cabelo.
  • Existem diferentes tipos de alisamento capilar, como o alisamento progressivo, o alisamento definitivo e a escova progressiva.
  • É essencial escolher um profissional qualificado e experiente para realizar o alisamento capilar, pois um erro pode causar danos irreversíveis aos fios.
  • Após o alisamento capilar, é necessário seguir uma rotina de cuidados específicos, como evitar o uso de produtos com sal, proteger os fios do calor excessivo e realizar hidratações frequentes.
  • O alisamento capilar pode causar danos aos fios, como ressecamento, quebra e queda. Por isso, é importante manter uma rotina de cuidados para manter a saúde dos cabelos.
  • O tempo de duração do alisamento capilar varia de acordo com o tipo de cabelo e o método utilizado. Em média, os resultados duram de três a seis meses.
  • É possível fazer retoques no alisamento capilar à medida que a raiz do cabelo cresce. Porém, é importante respeitar o intervalo recomendado pelo profissional para evitar danos aos fios.
  • Antes de realizar o alisamento capilar, é importante fazer uma análise da estrutura do cabelo para verificar se ele está saudável o suficiente para passar pelo procedimento.
  • É fundamental seguir as instruções do profissional durante o processo de alisamento capilar, como o tempo de pausa do produto e a correta aplicação.
  Desvende os Segredos dos Cortes de Cabelo Mais Desejados de 2024!

Cabelo Frizz Antes Depois Liso

Banco de Palavras


– Alisamento capilar: processo químico ou térmico que tem como objetivo deixar os cabelos lisos e sem volume.
– Progressiva: tipo de alisamento capilar que utiliza produtos à base de formol ou substâncias similares para alisar os fios.
– Relaxamento: técnica utilizada para reduzir o volume dos cabelos e deixá-los mais soltos, sem necessariamente deixá-los completamente lisos.
– Permanente: método de alisamento capilar que altera permanentemente a estrutura dos fios, deixando-os lisos até que cresçam novamente.
– Prancha: ferramenta utilizada para alisar os cabelos através do calor, deslizando as mechas entre as placas.
– Escova progressiva: técnica de alisamento capilar que combina o uso de produtos químicos e a aplicação de calor com secador e prancha.
– Escova definitiva: método de alisamento capilar que utiliza produtos químicos para modificar permanentemente a estrutura dos fios, deixando-os lisos.
– Escova inteligente: técnica de alisamento capilar que promete reduzir o volume e o frizz dos cabelos sem danificar a estrutura dos fios.
– Cauterização capilar: tratamento que visa reconstruir os fios danificados, devolvendo-lhes nutrientes e proteínas perdidos.
– Reconstrução capilar: procedimento que visa restaurar a saúde dos fios, repondo nutrientes e proteínas essenciais para a sua estrutura.
Mulher Cabelo Liso Sorrindo Espelho

1. O que é o alisamento capilar?

O alisamento capilar é um procedimento químico que tem como objetivo deixar os cabelos mais lisos e sem frizz. Ele pode ser feito de diferentes formas, como com o uso de produtos químicos ou através de técnicas de calor.

2. Quais são os tipos de alisamento capilar disponíveis?

Existem diversos tipos de alisamento capilar disponíveis no mercado, como o alisamento com produtos à base de tioglicolato de amônia, guanidina, hidróxido de sódio, entre outros. Além disso, também é possível fazer o alisamento temporário com pranchas ou chapinhas.

3. Quais são os cuidados necessários antes de realizar o alisamento capilar?

Antes de realizar o alisamento capilar, é importante fazer uma avaliação dos fios para verificar se eles estão saudáveis e aptos a passar pelo procedimento. Além disso, é recomendado fazer um teste de mecha para verificar a compatibilidade do produto com o cabelo.

4. Quais são os cuidados necessários após o alisamento capilar?

Após o alisamento capilar, é essencial manter uma rotina de cuidados para garantir a saúde dos fios. Isso inclui o uso de produtos específicos para cabelos quimicamente tratados, evitar lavar os cabelos com água muito quente e utilizar protetor térmico antes de usar ferramentas de calor.

5. Quanto tempo dura o efeito do alisamento capilar?

A duração do efeito do alisamento capilar varia de acordo com o tipo de produto utilizado e o cuidado que se tem com os cabelos. Em média, o efeito pode durar de três a seis meses, mas é necessário fazer retoques à medida que os fios vão crescendo.

6. O alisamento capilar danifica os cabelos?

O alisamento capilar pode sim causar danos aos cabelos se não for realizado corretamente ou se não forem tomados os devidos cuidados após o procedimento. Por isso, é importante escolher um profissional qualificado e seguir todas as recomendações de manutenção dos fios.

  Guia prático para escolher óleo capilar perfeito

7. Quais são os principais mitos sobre o alisamento capilar?

Existem diversos mitos relacionados ao alisamento capilar, como por exemplo, o de que o alisamento com produtos químicos pode deixar os cabelos completamente lisos para sempre. Na verdade, o alisamento capilar apenas modifica temporariamente a estrutura dos fios.

8. É possível fazer o alisamento capilar em casa?

Embora seja possível fazer o alisamento capilar em casa utilizando kits disponíveis no mercado, é recomendado que esse procedimento seja feito por um profissional qualificado. Isso porque ele possui conhecimento técnico e experiência para garantir um resultado seguro e satisfatório.

9. Quais são os riscos do alisamento capilar mal realizado?

O alisamento capilar mal realizado pode causar danos aos fios, como quebra, ressecamento, queda e até mesmo queimaduras no couro cabeludo. Além disso, o uso incorreto de produtos químicos pode levar a reações alérgicas e irritações na pele.

10. É possível fazer o alisamento capilar em cabelos danificados?

O alisamento capilar não é recomendado para cabelos muito danificados, uma vez que o procedimento pode agravar ainda mais a situação dos fios. Antes de realizar o alisamento, é importante tratar e recuperar a saúde dos cabelos.

11. O alisamento capilar é indicado para todos os tipos de cabelo?

O alisamento capilar não é indicado para todos os tipos de cabelo. Cabelos muito finos, fragilizados ou com histórico de danos químicos podem não ser adequados para esse tipo de procedimento. É importante fazer uma avaliação prévia com um profissional para verificar a compatibilidade.

12. Quais são as alternativas ao alisamento capilar?

Para quem deseja ter cabelos mais lisos, mas não quer se submeter ao alisamento capilar, existem outras alternativas disponíveis no mercado, como escovas progressivas, relaxamentos ou até mesmo o uso de produtos modeladores e ferramentas de calor temporárias.

13. O alisamento capilar pode ser feito em cabelos tingidos?

O alisamento capilar pode ser feito em cabelos tingidos, porém é necessário ter alguns cuidados extras. É importante informar ao profissional sobre a coloração dos fios, para que ele possa escolher o produto e a técnica mais adequados para evitar danos à cor e à estrutura dos cabelos.

14. O alisamento capilar é um procedimento seguro?

O alisamento capilar é considerado seguro quando realizado por um profissional qualificado e seguindo todas as recomendações de uso e cuidados pós-procedimento. É essencial escolher produtos de qualidade e respeitar o tempo de ação indicado pelo fabricante.

15. É possível reverter o alisamento capilar?

Reverter o alisamento capilar pode ser um processo complexo, pois envolve o crescimento natural dos fios. Em alguns casos, é possível fazer tratamentos de reconstrução capilar para fortalecer os cabelos e estimular o crescimento dos fios naturais.

Roberto

Compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *