Quais os Benefícios da Corrente Russa? Como ela é feita?

Tire todas as suas dúvidas sobre a famosa técnica!

Publicado em e atualizado em: 31-08-2021 por Lory Aguiar

A Corrente Russa é conhecida como um estímulo elétrico capaz de estimular a circulação sanguínea e linfática, melhorando a flacidez da pele.

Além disso, é muito usada por atletas para fortalecimento dos músculos, relaxamento após os treinos e desenvolva uma melhor circulação de substâncias liberadas através da prática de exercícios.

Foi criada em 1980, na Rússia, que faz jus ao nome que foi dado a ela. Inicialmente foi destinada apenas em astronautas para melhora da flacidez, atrofia e fadiga dos músculos.

Hoje sua função vai além de melhores condições para atletas, ela pode ser usada em procedimentos estéticos e recuperações pós-cirúrgicas.

Quer saber mais sobre os benefícios da Corrente Russa? Então acompanhe todas as informações no nosso artigo.

Os Benefícios da Corrente Russa

Também conhecida pelos nomes Eletroestimulação, corrente elétrica e eletroterapia, a corrente russa possui vários benefícios.

Entre eles estão os pós-cirúrgicos, estéticos e reabilitação de doenças. Para entender mais das vantagens da técnica, confira abaixo a nossa lista.

  • Fortalece e melhora o tônus muscular
  • Promove a oxigenação celular
  • Melhora a tonalidade do rosto e corpo
  • Melhora a aparência de rugas, manchas e marcas de expressão da face e pescoço.
  • Ajuda a combater a celulite
  • Acelera a contenção de pele, promovendo firmeza após o parto
  • Auxiliar nos resultados esperados pela lipoaspiração
  • Dá firmeza ao corpo após processo de emagrecimento, eliminando o excesso de pele
  • Auxilia na redução de dores pós-cirúrgicas
  • Corrige a marcha (controle da postura)
  • Ajuda na deglutição e disfagia
  • Melhora a continência urinária
  • Serve como reabilitação de doença neurológica e neuropediatrica
  • Ajuda no tratamento de doença pulmonar obstrutiva crônica
  • Ajuda na recuperação de patologias traumato-ortopédicas
  • Auxilia na cicatrização de marcas
  • Melhora nas condições após fraturas, fortalecendo o corpo
  • Auxilia na redução de espasmo muscular

Sua técnica permite um trabalho que atinge as camadas musculares, de maneira mais interna e intensa.

Em todos esses casos, a indicação da corrente russa deve ser orientada por um especialista, já que se trata de um procedimento reparador.

Como ela é feita?

Os profissionais que são autorizados utilizar a técnica são médicos dermatologistas e fisioterapeutas ambos com treinamento adequado.

O procedimento com a eletroterapia não exige nenhum preparo antes as sessões, nem tão pouco apresentam algum efeito colateral.

  Argiloterapia: Como Funciona e Quais são os Benefícios Estéticos?

Assim, o que pode ocorrer é quando o paciente for sedentário ou com sessões intensas, dores musculares podem ser percebidas logo após o processo.

Dessa forma, a técnica consiste em uma corrente elétrica de frequência alternada de 2500 Hz, com disparos realizados contra os músculos do local selecionado.

A duração do procedimento pode levar de 5 a 20 minutos por sessão, onde ocorre a despolarização que evita qualquer risco de choque.

Sendo assim, é um procedimento seguro, que reduz ao máximo a percepção sensitiva do paciente em contato com o equipamento.

Essa corrente é ligada por partículas de silicone e gel, que são aplicadas nos eletrodos do equipamento. Por fim, são anexados às cintas elásticas que envolvem a região para o tratamento.

Quantas sessões preciso?

As sessões de corrente russa podem ocorrer entre 10 a 20 quantidades, podendo ser realizada de duas a três na mesma semana. O tempo total do procedimento pode durar em torno de 50 minutos.

Além de sua rápida duração, pode ocorrer reações de formigamento ou contração no local, porém é uma sensação normal e não indica nenhum risco.

Os resultados são eficazes quanto a um treinamento físico, porém não anula tal prática diária. Assim, para que se percebam os primeiros resultados, é preferível no mínimo de 10 sessões.

Entretanto, a corrente russa pode recrutar 40% mais fibras musculares do que um exercício comum.

Corrente Russa Facial

A corrente russa facial possui efeitos que combatem as imperfeições do rosto, sendo as sessões realizadas também com estímulos elétricos (eletrodos).

O procedimento é bem simples, começa com uma preparação da pele realizada através de uma limpeza. Após é colocado os eletrodos na face, de preferência no ponto motor.

Para finalizar o processo é aplicada uma máscara tensora facial, aquelas com ouro (peles cansadas) ou as prateadas (meia idade), deixando agir por 20 minutos.

Depois é aplicado na região um sérum específico para seu tipo de pele, em seguida um protetor solar.

Assim como a eletroterapia corporal, o tempo de sessão é de 10 a 20 minutos, realizado com uma frequência de duas a três vezes por semana.

Contraindicações e Cuidados

Apesar de sua eficácia e baixo risco, algumas pessoas não podem fazer este tipo de procedimento.

Entre elas destacamos as pessoas portadoras de marca-passo, problemas cardiovasculares, pessoas com doenças circulatórias e pessoas com problemas de pressão baixa e alta, bem como o câncer.

  Melhores Tratamentos para Bigode Chinês: Acabe com as Marcas da Idade!

Outras doenças como as pulmonares, dos rins e reumatológicas também devem ficar longe dessa técnica.

No entanto, problemas relacionados a implantes metálicos, lesões musculares tendinosas e dores de pele intensa também podem sofrer agravamentos.

Por falta de estudos que comprovem, este método é contraindicado para gestante.

Quanto custa uma sessão?

Todo o procedimento irá depender de sua avaliação quanto a necessidade de sessões, e isso pode variar de acordo com cada clínica e região que será feita.

Porém, para se obter uma base de preços por sessões da corrente russa, o valor pode ser a partir de R$ 70.

Existem clínicas que disponibilizam pacotes, o que pode ser mais vantajoso para quem deseja pagar por todo o procedimento.

Dicas e Cuidados

Como o procedimento não possui ações preparatórias, o que conta é pensar em utilizar ou não a técnica são as contraindicações e seus resultados.

No caso de recuperação não é esperado nenhuma reação comprometedora, o que poderá acontecer é dores musculares comuns de treinos em academias ou práticas de esportes.

Falando em exercícios físicos, uma das recomendações para aliar com as sessões de corrente russa é a atividade física regular.

De preferência faça caminhadas, pedaladas e exercícios como pilates para ajudar no fortalecimento dos músculos.

Cuidados com a alimentação também é interessante adotar para melhores resultados, por isso, evite alimentos gordurosos, açúcares e carboidratos que podem prejudicar o tratamento.

Considerações finais:

A busca pelo corpo ideal nos leva a diversos procedimentos, sejam as cirurgias ou no condicionamento do corpo com técnicas com auxílio tecnológicos.

Dessa maneira, a corrente russa como é popularmente chamada, é um método que se mostra bastante eficaz a respeito de fortalecimento de músculos e combate à flacidez.

Além disso, é um importante aliado ao combate de rugas, firmando a pele e eliminando as manchas de sol.

São tantos os benefícios da corrente russa que não podemos deixar de espalhar para as pessoas, por isso, compartilhe este artigo em suas redes sociais e amigos, para saberem o quanto é eficiente este procedimento estético.

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Linkedn

Você leu Quais os Benefícios da Corrente Russa? Como ela é feita?. O FemmeVerso estará aqui para te ajudar sempre que precisar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *